Ucrânia atinge refinaria de petróleo russa em Volgogrado em seu último ataque de drones – fonte


© Reuters.

Por Tom Balmforth

KIEV (Reuters) – Dois drones ucranianos de ataque atingiram a maior refinaria de no sul da Rússia no sábado, disse à Reuters uma fonte em Kiev, detalhando o mais recente de uma série de ataques de longo alcance às instalações petrolíferas russas.

As autoridades locais na Rússia haviam dito anteriormente que um incêndio na refinaria de Volgogrado foi extinto após um ataque de drone. A produtora de petróleo Lukoil LKOH.MM, proprietária da refinaria, informou em seguida que a planta já funcionava normalmente.

A fonte de Kiev disse que a operação do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) atingiu a parte de processamento primário, sem a qual a refinaria poderia perder significativa capacidade de produção.

As autoridades ucranianas raramente assumem publicamente a responsabilidade por ataques em território russo. A refinaria de Volgogrado é a mais recente de uma série de instalações que serão alvo de drones. Kiev considera essas infraestruturas importantes para a guerra do Kremlin.

A fonte disse ainda que os ataques de drones vão continuar.

“Ao atingir as refinarias de petróleo que trabalham para o complexo militar-industrial russo, não apenas cortamos a logística de fornecimento de combustível para equipamentos, mas também reduzimos os fundos para o orçamento russo”, disse a fonte.

A distância entre a cidade de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, e a cidade de Volgogrado, no sul da Rússia, é de mais de 600 km.

A Rússia tem realizado ataques regulares com mísseis de longo alcance contra alvos na Ucrânia desde o início da sua invasão em grande escala, o que levou Kiev a procurar formas de driblar as falhas que tem em relação à tecnologia militar avançada de Moscou.

A Ucrânia tem estimulado a inovação na tecnologia dos drones e apoiado a produção de drones de longo alcance para poder contra-atacar.



Add a comment