Soja sobe com compras de barganha em Chicago antes dos dados do USDA



CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da negociados na bolsa de Chicago se firmaram na terça-feira, devido a compras de barganhas e ajustes de posições, antes da divulgação dos principais dados governamentais sobre a safra na quinta-feira, segundo traders.

O contrato março teve alta de 3,25 centavos, a 11,995 dólares por bushel. O contrato de referência havia atingido na véspera o nível mais baixo para um contrato mais ativo desde dezembro de 2020.

O relatório mensal de oferta e demanda do USDA deve ser divulgado na quinta-feira, assim como as estimativas mensais de produção da estatal brasileira Conab.

Em média, os analistas esperam que o USDA aumente ligeiramente sua estimativa de safra de soja na Argentina, enquanto reduza sua previsão de colheita no Brasil.

O caiu devido às previsões de chuva em áreas quentes e secas da Argentina e à medida que os traders ajustavam posições antes dos principais relatórios de governos sobre as colheitas.

O contrato março do milho fechou em queda de 4 centavos, a 4,3875 dólares por bushel.

Em média, os analistas esperam que o USDA aumente sua estimativa para o milho, enquanto corte a safra brasileira.

O fehcou em alta pela primeira vez em três sessões nesta terça-feira, devido à cobertura de vendidos.

O contrato março avançou 4,75 centavos, a 5,95 por bushel.

(Reportagem de Karl Plume)



Add a comment