Soja cai após dados decepcionantes de exportações dos EUA; milho também recua


© Reuters. Colheita de soja em Ponta Grossa (PR)
25/04/2023
REUTERS/Rodolfo Buhrer

Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros de nos Estados Unidos caíram cerca de 1,5% nesta quinta-feira, devido aos dados decepcionantes das vendas semanais de exportação dos EUA, juntamente com a forte concorrência do Brasil, onde a colheita de soja está se expandindo, disseram operadores.

O caiu em sintonia com os futuros de soja, enquanto os futuros do subiram devido a compras técnicas.

O contrato março da soja na CBOT fechou em queda de 19 centavos, a 12,0325 por bushel. O março do milho na CBOT terminou em queda de 1 centavo, a 4,4725 por bushel, enquanto o março do trigo terminou em alta de 6,25 centavos, a 6,0150 por bushel.

A soja caiu depois que o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) informou que as vendas de exportação de soja da safra antiga norte-americana na semana até 25 de janeiro foram de 164.500 toneladas, a menor contagem semanal para o ano comercial de 2023/24, que começou em 1º de setembro. [EXP/SOY]

Os operadores minimizaram as notícias de que o USDA confirmou separadamente as vendas privadas de 206.834 toneladas de soja dos EUA para o México.

A demanda por soja dos EUA tem sido prejudicada pela forte concorrência do Brasil, onde os preços da soja à vista têm caído, bem como pelos problemas econômicos da China, de longe o maior comprador de soja do mundo.

“Em parte, é a economia chinesa; a demanda não está se recuperando das quebras (no preço) como se poderia imaginar”, disse Don Roose, presidente da U.S. Commodities.

A incerteza sobre o tamanho exato da safra de soja do Brasil sustentou o mercado. A corretora StoneX reduziu sua estimativa de produção de soja brasileira para 150,35 milhões de toneladas, de 152,8 milhões há um mês.

Os futuros do milho seguiram a soja em baixa, mas a queda foi limitada pelas rápidas vendas semanais de exportação de milho dos EUA de mais de 1,2 milhão de toneladas, perto do limite superior das expectativas comerciais.

A StoneX estimou a safra total de milho do Brasil em 124,5 milhões de toneladas, praticamente inalterada em relação ao mês passado.

Os futuros do trigo na CBOT subiram com a compra de barganhas, com o contrato spot de março voltando a superar o suporte psicológico de 6 dólares por bushel.



Add a comment