Sem definição, reunião do Conselho da Vale (VALE3) adia decisão sobre CEO


© Reuters.

Investing.com – Liderada por Eduardo Bartolomeo, a decisão sobre o futuro da gestão da Vale (BVMF:) segue em aberto. Reunião que discutiu a avaliação do atual CEO na última sexta terminou sem definição e não deliberou sobre uma mudança no comando, com a expectativa de que o assunto seja pautado nos próximos dias. De acordo com o jornal Valor Econômico, o Conselho de Administração segue dividido sobre a recondução do atual CEO, que está no cargo desde 2019.

Segundo o Valor, houve uma recomendação para a abertura de um processo competitivo. A publicação aponta como potenciais candidatos, além de Bartolomeo, Luís Henrique Guimarães, integrante do Conselho da Vale, mas pondera que outro nome pode ser indicado fora da mineradora.

Críticos do atual presidente mencionam como um dos pontos problemáticos da gestão a relação institucional com o governo federal. Nas últimas semanas, seguiram as notícias de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) gostaria de emplacar o ex-ministro da Fazenda no cargo, mesmo que a mineradora tenha sido privatizada há décadas. Com a repercussão negativa no mercado, o governo teria recuado das articulações porque não possui mais participação direta na companhia, somente pela Previ, fundo de previdência do Banco do Brasil (BVMF:). Mantega também teria sido cotado para o Conselho de Administração.

Conforme apurou o jornal O Globo, a desistência indica que o governo gostaria que outro CEO fosse escolhido, no lugar de Bartolomeo. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, teria dito que a Vale precisaria ter uma interlocução mais próxima do governo.

O mandato do atual gestor termina no final de maio. Às 13h38 (de Brasília) desta segunda, as ações da Vale perdiam 0,76%, a R$65,58.



Add a comment