Rússia habilita mais frigoríficos do Brasil; lista contempla plantas da JBS e BRF


© Reuters. Rússia habilita mais frigoríficos do Brasil; lista contempla plantas da JBS e BRF

Brasília, 7 – A Rússia autorizou mais frigoríficos brasileiros a exportar e de frango. Além de novas habilitações, foram retirados embargos, segundo um comunicado do Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia. O país habilitou frigorífico da JBS (BVMF:), de Confresa (MT), para exportação de carne bovina.

A Rússia também retirou a suspensão temporária sobre as unidades de carne de aves e subprodutos avícolas da planta da Seara Alimentos – marca da JBS – de Forquilhinha (SC), de carne de aves da unidade da Seara Alimentos de Itapetininga (SP) e de carne bovina da JBS de Lins (SP) – vendas que estavam suspensas desde 2017. Já a planta da BRF (BVMF:) de Chapecó (SC) obteve autorização para carnes de aves e gorduras, até então restritas à farinha animal.

As alterações estão válidas desde 23 de janeiro e foram comunicadas à indústria de carnes em 29 de janeiro, segundo as informações do Serviço de Inspeção Federal (SIF) e do órgão sanitário russo. No documento de liberação, encaminhado às autoridades sanitárias do Brasil, o órgão russo afirmou que a ampliação ocorre após auditoria nos frigoríficos.

Em uma rede social, o adido agrícola da Rússia no Brasil, Andrey Yurkov, afirmou que a auditoria realizada pela autoridade russa no país foi concluída em dezembro. Foi a primeira vistoria desde 2015, segundo Yorkov, e passou por seis estados brasileiros e pelo Distrito Federal. “A missão russa mais uma vez fortaleceu a relação de confiança entre as autoridades sanitárias do Brasil e da Rússia e reafirmou a importância do papel do Brasil no fornecimento de produtos de origem animal sendo um dos principais fornecedores de carnes para o mercado russo”, escreveu Yorkov.



Add a comment