PF prende militar por porte ilegal de arma


© Reuters. PF prende militar por porte ilegal de arma

Um tenente-coronel da reserva do Exército foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. A ação foi realizada na manhã desta sexta-feira, 26,, pela Polícia Federal, em conjunto com a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio.

O militar, que é um ex-CAC – categoria dos colecionadores, atiradores desportivos e caçadores -, foi alvo da Operação Acervo Ilegal, que investiga crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo, além de comércio clandestino de armamento.

De acordo com a PF, o tenente-coronel, de 50 anos – que não teve o nome divulgado -, é investigado pela posse ilegal de 33 armas de fogo, mas os agentes só encontraram um revólver em situação irregular, o que resultou na prisão em flagrante.

Registro cassado

No ano passado, o Exército cassou o registro e a autorização de posse de arma do tenente-coronel. Ele já havia sido investigado em 2019 por suspeita de desvio de armas de fogo enquanto chefiava o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC), na 1.ª Região Militar.

Além do revólver, “um número considerável de munições, além de outros elementos de prova” foram apreendidos com o tenente-coronel, de acordo com a PF. Em nota, a corporação informou, ainda, que o militar foi encaminhado para o sistema prisional e permanecerá à disposição da Justiça. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Add a comment