Para analistas do BofA, ações ainda podem subir mais; entenda


© Reuters.

Investing.com – Apesar do receio de alguns analistas com uma possível correção dos mercados após as máximas históricas nos índices americanos, outros veem espaço para mais valorização das ações.

PROMOÇÃO DO INVESTINGPRO: Tenha 10% de desconto adicional na promoção de Ano Novo, que já possui preços até 50% OFF. Use o cupom “INVESTIR” para o plano Pro+ anual ou “investirmelhor1” para o plano Pro+ 2 anos.

É o que apontam os analistas do Bank of America (NYSE:), que em um relatório divulgado na quinta-feira afirmaram que o mercado não está em um estágio de euforia típico do fim dos ciclos de alta, segundo o indicador Sell Side do banco, que mede as recomendações de alocação de ações dos estrategistas de Wall Street.

“O sentimento melhorou em relação ao ano passado, mas não estamos vendo os níveis de euforia que costumam marcar o término dos mercados de alta”, escreveram os analistas, destacando que o indicador Sell Side recuou 24 pontos-base em janeiro, para 54,4%, um nível “neutro” e bem abaixo do pico de 59,8% atingido em 2021.

No entanto, as ações costumam ter desempenhos robustos quando o indicador está na faixa neutra.

“O nível atual do SSI sinaliza um retorno esperado de +14% nos próximos 12 meses ou de 5450 para o até o fim de 2024. Quando o SSI estava neste nível ou mais baixo, os retornos a 12 meses do S&P 500 foram positivos 94% das vezes (contra 81% no geral), com um retorno médio de 20%”, explicaram os analistas.

No relatório, os analistas ressaltaram que são as preocupações macroeconômicas que pesam sobre as perspectivas para as ações, citando especialmente o baixo crescimento econômico na China, as tensões geopolíticas elevadas e a incerteza sobre os cortes de juros do Fed.

“Poucos investidores estão preparados para uma recuperação macroeconômica”, concluíram os analistas.



Add a comment