Moodys rebaixa rating da petroleira mexicana Pemex de B1 para B3


Moodys rebaixa rating da petroleira mexicana Pemex de B1 para B3

A Moody’s rebaixou o rating de crédito da petrolífera mexicana Pemex, de B1 para B3 (BVMF:), atribuindo um “outlook” (perspectiva) negativo. A agência também rebaixou a avaliação de crédito de base da empresa estatal mexicana de Ca para Caa3.

O rebaixamento para B3, segundo a Moodys, incorpora a mudança de avaliação sobre o apoio do governo mexicano à empresa, de “muito alto” para “alto”. De acordo com a Moodys, é provável que haja mudança na disposição do governo em apoiar o serviço da dívida da petroleira nos próximos anos, em um contexto de crescente necessidade de criação de caixa da Pemex e das perspectivas de maior deterioração fiscal do governo mexicano em 2024.

O rebaixamento ainda reflete o risco de que a empresa possa realizar transações, como trocas de dívida, recompras ou outras transações que reduziriam a dívida com um desconto substancial ao valor nominal, ou ainda fazer outras alterações que podem ser consideradas um default, na definição da Moody’s.

Por fim, a Moodys destaca que o “outlook” negativo dos ratings da Pemex refletem a expectativa de que, salvo uma reforma estrutural em sua estratégia de negócios, a geração de fluxo de caixa e as métricas de crédito da empresa irão se deteriorar ainda mais nos próximos três anos, aumentando a necessidade de apoio. A perspectiva negativa também reconhece o potencial para um valor de mercado em dificuldades ao longo dos vários anos, uma vez que grande parte da dívida da Pemex é negociada com um desconto significativo em relação ao valor nominal.



Add a comment