Magazine Luiza (MGLU3): Capitalização é positiva e reduz ruídos, dizem analistas


© Reuters.

Investing.com – Após o Magazine Luiza (BVMF:) anunciar que o Conselho de Administração aprovou aumento de capital no valor de R$1,25 bilhão, já totalmente garantido pela família Trajano e pelo BTG Pactual (BVMF:), analistas avaliaram a medida como positiva, mas ainda ponderam sobre um cenário pressionado para a varejista. Às 10h24 (de Brasília), as ações disparavam 7,69%, a R$2,24.

Em fato relevante divulgado aos clientes e ao mercado, a Magazine Luiza afirmou que a medida visa a aceleração dos investimentos em tecnologia e otimização da estrutura de capital. O aumento de capital seria uma demonstração de confiança dos controladores no modelo de negócios da empresa e permitiria à administração “acelerar os investimentos em tecnologia, ao mesmo tempo em que intensifica a redução das despesas financeiras atualmente em curso”.

A XP destacou, após o anúncio, que apesar do reforço na estrutura de capital, segue “enxergando um cenário macro desafiador para a demanda de bens duráveis, além de um cenário competitivo pressionado, com expansão de players estrangeiros no país”, o que levou à manutenção da recomendação neutra para as ações, com preço-alvo de R$2,50.

“Vemos mérito estratégico na transação, uma vez que deverá proporcionar à empresa maior flexibilidade financeira para investir em iniciativas-chave de crescimento e reduzir a alavancagem geral. Destacamos também que a transação proposta, uma vez concluída, deverá permitir à empresa ir além da preocupação dos investidores quanto à possibilidade de uma oferta subsequente pesar no preço das ações”, aponta o banco Goldman Sachs. O Goldman possui classificação neutra para as ações, com preço-alvo de R$2,40.

A Genial Investimentos, que também possui indicação de manter os papéis, detalha que a família Trajano se comprometeu a investir até R$1,0 bilhão na companhia, enquanto o BTG Pactual deu garantia firme para R$250 milhões, ao preço por ação de R$1,95.

“Os recursos serão usados ​​para fortalecer a estrutura de capital e acelerar investimentos em tecnologia. Para aqueles que não subscrevem nenhuma ação, a diluição será de até 8,7%. A nossa visão de capitalização é positiva e deve reduzir os ruídos sobre o endividamento no curto prazo”, completa a Genial.

A média das projeções compiladas pelo InvestingPRO é de um preço-alvo de R$2,82 para as ações da Magalu.

Fonte: InvestingPRO

A saúde financeira é considerada de bom desempenho, considerando mais de 100 fatores em comparação com outras empresas do setor de varejo.

Saúde financeira Magazine Luiza

Fonte: InvestingPRO

Quer começar a ver indicadores fundamentalistas sobre sua empresa favorita? Acesse o InvestingPRO! Tenha 10% de desconto adicional na promoção de Ano Novo, que já possui preços até 50% OFF. Use o cupom “INVESTIR” para o plano Pro+ anual ou “investirmelhor1” para o plano Pro+ 2 anos. Apenas até 31 de janeiro!



Add a comment