Índice de preços da Ceagesp fechou janeiro em queda de 0,31%


© Reuters. Índice de preços da Ceagesp fechou janeiro em queda de 0,31%

São Paulo, 9 – O índice de preços Ceagesp encerrou o mês de janeiro com queda de 0,31% ante variação positiva de 5,09% no mês anterior. “No mesmo período do ano passado, o índice apresentou variação de -2,62%”, disse a empresa em nota. “Com o resultado obtido, o índice encerrou o período apresentando um acumulado de 21,90% em 12 meses.”

Pesou no desempenho de janeiro o setor de frutas, que encerrou o período sendo o único a apresentar deflação (-4,83%). Nos últimos três anos, esta foi a segunda maior deflação registrada pelo setor, perdendo apenas para janeiro de 2021, quando a variação de preços registrada foi de -4,94%, disse a Ceagesp.

Ainda sobre o setor de frutas, no mesmo período do ano passado apresentou variação de -4,20%. As principais reduções em janeiro ocorreram nos preços da pitaia (-56,23%), morango comum (-32,91%) e limão taiti(-29,02%). As altas foram puxadas por manga tommy Atkins (+80,76%), abacaxi havaí (+39,22%) e limão siciliano (+35,34%). Com o resultado, o setor de frutas tem alta acumulada de 21,64% em 12 meses.

O setor de legumes variou 4,06% ante 16,34% no mês anterior. As principais altas ocorreram nos preços de cenoura (+106,44%), inhame (+47,17%) e quiabo (+45,92%). As principais reduções foram vagem macarrão (-41,01%), abobrinha italiana (-40,62%) e pimentão amarelo (-40,05%).

O setor de verduras variou 3,97% ante -3,41% no mês anterior. As principais altas ocorreram nos preços do coentro (+161,68%), salsão (+33,33%)e alho poró (+30,80%). As principais reduções ocorreram nos preços de espinafre (-34,69%), alface americana (-20,09%) e brócolis (-16,96%).

O setor de diversos variou 14,67% ante uma variação de 8,27% no mês anterior. As principais altas foram batata lavada (+47,46%), alho nacional (+23,65%) e batata asterix (+21,17%). As principais reduções ocorreram nos preços de cebola nacional (-13,68%) e ovos brancos (-2,07%).

O setor de pescados variou 6,06% ante uma variação de 0,31% no mês anterior. As principais altas ocorreram nos preços de anchovas (+52,33%), pescada branca (+48,74%) e bagre água salgada (+41,08%). As principais reduções ocorreram nos preços de lula (-33,23%), cação azul (-26,12%) e atum (-6,17%).



Add a comment