Gol (GOLL) continua queda com recuperação judicial e despenca mais 18%


© Reuters

Investing.com – Após despencarem mais de 33% na segunda, as ações da Gol (BVMF:) continuam a tendência de queda e perdem mais 18% às 13h36 desta terça-feira, 30, cotadas a R$3,19, em repercussão ao seu processo de recuperação judicial no mercado americano, no chamado Chapter 11.

A companhia aérea teve ADRs suspensas nos Estados Unidos e ações excluídas de todos os índices da B3 (BVMF:). A exclusão deve ocorrer após o fechamento do pregão de 30 de janeiro de 2024, e as ações da Gol seguem negociada normalmente, mas passarão a ser listadas na B3 sob o título de outras condições a partir de hoje.

Ontem, as ações já apresentaram forte queda, “após a empresa comunicar que a Justiça norte-americana aceitou interinamente o pedido de empréstimo Debtor-in-Possession (DIP), uma modalidade de crédito específica para empresas em situação financeira difícil”, aponta a XP Investimentos (BVMF:).

Segundo a Guide Investimentos, o mercado já esperava que, após o pedido de recuperação judicial nos EUA, a Gol sairia de todos os índices. “Dessa forma, todos fundos de índice que possuem o papel terão que vende-lo, e como consequência, o preço dos seus papeis deve cair”, destaca a Guide.

“Na nossa visão essa reação negativa ocorreu, primeiramente, no rumor que a companhia entraria no Chapter 11 e após na confirmação do fato. Contudo, a suspensão das ADRs não era completamente esperada pelo mercado, pois nem sempre empresas que entram com esse pedido tem suas ações suspensas”, completa a Guide.

Processo de recuperação judicial nos EUA

A Gol informou que o Tribunal dos EUA aprovou o acesso provisório parcela inicial dos US$ 950 milhões do financiamento na modalidade “devedor em posse” (DIP) concedido por membros do Grupo Ad Hoc de Bondholders da Abra e outros Bondholders da Abra.

Em fato relevante divulgado na tarde de ontem, a companhia aérea afirmou que vai buscar “a aprovação final para acessar integralmente o financiamento em audiência que será realizada nas próximas semanas”. Até lá, terá acesso à parcela disponibilizada pela Justiça.

“Com a aprovação, a Gol honrará todos os compromissos com parceiros de negócios e fornecedores de bens e serviços prestados a partir da data de início do processo em 25 de janeiro de 2024, além do pagamento de salários aos colaboradores”, destaca a Gol no documento, ao reforçar que as viagens seguem normalmente, assim como programa de milhas.

Quer dados financeiros completos sobre a Gol ou sua empresa favorita? Acesse o InvestingPRO!

Tenha 10% de desconto adicional na promoção de Ano Novo, que já possui preços até 50% OFF. Use o cupom “INVESTIR” para o plano Pro+ anual ou “investirmelhor1” para o plano Pro+ 2 anos. Apenas até 31 de janeiro!



Add a comment