Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira


© Reuters

Investing.com – Em Wall Street, as ações da Ford sobem, depois que a montadora delineou planos para distribuir um dividendo extra aos acionistas, enquanto os papéis da Snap caem, devido à receita do quarto trimestre mais fraca do que o previsto na empresa de mídia social. ESPN, Fox e Warner Bros. Discovery (NASDAQ:) revelam uma joint venture para criar uma nova plataforma de streaming de esportes. A classificação geral de crédito do New York Community Bancorp é cortada para o grau especulativo pela Moody’s, fazendo com que as ações da instituição financeira regional dos EUA atinjam seu ponto mais baixo desde 1997. No Brasil, os destaques ficam com o balanço do Bradesco (BVMF:) e do Inter.

Confira: Calendário Econômico do Investing.com

1. Balanços e juros nos EUA pesam sobre índices futuros americanos

Os investidores mostraram cautela nos futuros das ações dos EUA nesta quarta-feira, 7, diante de uma série de balanços trimestrais e de declarações de autoridades do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sobre a política monetária.

Às 8h (de Brasília), os contratos futuros dos principais índices acionários apontavam para uma abertura em leve baixa. O recuava 0,1%, o cedia 0,05% e o operava estável.

Na véspera, as bolsas de Nova York fecharam com modestos ganhos, impulsionadas pelo forte desempenho da GE HealthCare (NASDAQ:) Technology, que superou as expectativas de lucro no quarto trimestre. O setor de saúde do S&P 500 atingiu um novo patamar histórico.

Por outro lado, o setor de tecnologia enfrentou a pressão de uma queda nas ações de semicondutores, especialmente a Rambus (NASDAQ:). O , que concentra empresas do segmento, avançou apenas 0,1%.

O humor dos investidores também foi afetado pelas falas de dois dirigentes regionais do Fed, Loretta Mester e Neel Kashkari, que sinalizaram que o aperto monetário pode demorar mais do que o esperado. Eles seguiram a linha do presidente do Fed, Jerome Powell, que descartou um corte imediato nas taxas de juros.

Entre as ações em destaque, a Ford Motor (NYSE:) subia no pré-mercado, após divulgar uma projeção de receita anual acima do consenso do mercado e anunciar um dividendo extra de US$ 0,18 por ação. A montadora, no entanto, reduziu seus investimentos em veículos elétricos, citando a baixa demanda por carros sem emissões.

Já a Snap despencava mais de 30%, depois de reportar uma receita trimestral abaixo das estimativas. A empresa de mídia social tem enfrentado dificuldades para atrair anunciantes em um cenário de restrição financeira. A Snap anunciou que vai cortar 10% de sua força de trabalho.

A temporada de resultados continua hoje, com os balanços da Walt Disney (NYSE:), da Uber Technologies (NYSE:) e da Arm Holdings (NASDAQ:), entre outras.

2. Gigantes da mídia se unem para lançar streaming de esportes ao vivo

Três grandes grupos de mídia – ESPN, da Walt Disney, Warner Bros. Discovery e Fox – anunciaram nesta quarta-feira que vão criar um novo serviço de streaming voltado para o público esportivo. A plataforma, que ainda não tem nome definido, vai oferecer transmissões ao vivo de eventos esportivos de alto valor, como futebol, basquete, tênis e golfe.

A joint venture vai combinar as redes esportivas de cada empresa, alguns serviços de assinatura direta ao consumidor e os direitos de transmissão de diversas modalidades, segundo um comunicado conjunto. O objetivo é proporcionar uma “experiência nova e diferenciada” para os fãs de esportes que estão migrando da TV paga para as opções de streaming. Cada empresa terá uma participação de um terço na joint venture, que será administrada por uma equipe independente. O preço do serviço ainda não foi divulgado.

A iniciativa reflete a tendência dos grupos de mídia de transferir seus valiosos conteúdos esportivos para plataformas digitais, diante da queda na demanda por TV por assinatura. “Esse novo produto […] ajudará a comprovar quantas famílias que cortaram o cabo gostariam de assinar um pacote focado em esportes e com preço mais acessível”, disseram analistas do Morgan Stanley (NYSE:) em uma nota.

3. Moody’s rebaixa NYCB para grau especulativo e ações despencam

A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou nesta quarta-feira as notas de crédito de longo prazo e de alguns emissores de curto prazo do New York Community Bancorp (NYCB) para o nível de grau especulativo, ou “junk”. A decisão fez com que as ações do banco regional caíssem mais de 10% no pré-mercado, atingindo o menor patamar em mais de 20 anos.

O NYCB, que já havia perdido mais da metade de seu valor de mercado desde que reportou fortes perdas com empréstimos imobiliários na semana passada, foi rebaixado de Baa3 para Ba1, com perspectiva negativa. A Moody’s afirmou que o rebaixamento reflete questões relacionadas à “gestão financeira, gerencial e de risco” do banco, que não tem provisões suficientes para cobrir eventuais perdas com inadimplência. O banco também está sob pressão após a saída de seu diretor de riscos.

Os problemas do NYCB reforçam as preocupações sobre a exposição dos bancos regionais à desvalorização dos imóveis comerciais após a pandemia. O NYCB disse que está tomando “medidas decisivas” para fortalecer seu balanço e melhorar seus processos de gestão de risco.

4. Conflito no Oriente Médio e produção dos EUA sustentam preços do petróleo

Os preços do petróleo registraram leve alta no mercado europeu nesta quarta-feira, com os investidores à espera de dados oficiais sobre a produção e os estoques dos EUA, que serão divulgados no final do dia. O foco também permaneceu nas negociações de cessar-fogo entre Israel e Hamas, que podem encerrar o conflito armado na região.

A expectativa de uma possível redução na produção dos EUA em relação aos níveis recordes deu algum suporte aos preços do petróleo nesta semana, que se recuperaram de fortes quedas provocadas por especulações sobre o fim das tensões no Oriente Médio.

Um dólar mais fraco também favoreceu os preços do petróleo, que são cotados na moeda americana. O dólar recuou dos máximos de quase três meses atingidos no início da semana, pressionado pelas perspectivas de que os juros nos EUA permanecerão baixos por mais tempo.

Os contratos futuros do petróleo bruto com vencimento em abril avançaram 0,64%, para US$ 79,09 por barril, enquanto os contratos futuros do petróleo bruto subiram 0,7%, para US$ 73,82 por barril, às 8h (de Brasília). Na semana passada, ambos os contratos recuaram mais de 7% cada.

5. Bradesco e Inter divulgam balanços hoje

A bolsa de valores brasileira foi impulsionada ontem pelo avanço dos papéis do Itaú Unibanco, que reportou dados trimestrais acima do esperado, além de outras instituições financeiras, com destaque para o Bradesco, que disparou mais de 6%. A temporada de balanços brasileira segue nesta quarta-feira com a divulgação de dados trimestrais do Bradesco, antes da abertura, e Inter, após o fechamento.

No quarto trimestre, o lucro líquido recorrente do Bradesco somou R$2,878 bilhões, uma alta anual de 80,4%, mas piora de 37,7% frente aos três meses imediatamente anteriores. O indicador totalizou R$16,3 bilhões em 2023, uma queda de 21,2%, afetado pelas despesas com provisões e contração da margem financeira com clientes.

A carteira de crédito expandida ficou estável no trimestre, assim como a inadimplência de 15 a 90 dias. A acima de 90 dias ficou em 5,1%, uma melhora trimestral de 0,5 ponto percentual. O Índice de Basileia atingiu 13,2%, uma elevação de 0,8 ponto percentual ao ano.

“Em termos operacionais, vimos a inadimplência acima de 90 dias chegar no seu pico em Jun23 e começar a cair gradualmente a partir de então. Essa tendência deve continuar em 2024. Por conta disso, o custo de crédito ainda foi elevado em 2023, mas já deve mostrar melhora gradual nesse ano e nos próximos”, destacou o Bradesco em release de resultados.

Tanto a margem financeira como a receita de prestação de serviços e despesas operacionais apresentaram tendências piores na base anual no quarto trimestre e no ano como um todo.

Às 8h01 (de Brasília), o ETF ETF (NYSE:) subia 0,98% no pré-mercado.

Melhore seus investimentos com nossas inovadoras escolhas de ações InvestingPro+ baseadas em IA. Use o cupom INVESTIR para obter um desconto por tempo limitado em nosso plano de assinatura anual e de 2 anos. Clique aqui para saber mais e não se esqueça de usar o código de desconto ao finalizar a compra!



Add a comment