Datagro revisa para baixo estimativa para a produção de soja e de milho no Brasil


© Reuters. Datagro revisa para baixo estimativa para a produção de soja e de milho no Brasil

São Paulo, 30 – A Datagro Grãos revisou para baixo sua estimativa para a produção de e de no Brasil em 2023/24. Segundo a consultoria, por causa do clima irregular, o País deverá colher 148,5 milhões de toneladas da oleaginosa, volume 7,3% abaixo da safra recorde colhida em 2022/23, de 160,2 milhões de toneladas. No último levantamento, a Datagro Grãos projetava colheita de 152,8 milhões de toneladas. Para o milho, o potencial de produção é de 116,3 milhões de toneladas, 14,8% inferior ao da safra 2022/23, de 136,459 milhões de toneladas. No levantamento anterior, a consultoria apontava produção do cereal de 117,368 milhões de t.

Na soja, a produtividade média será 8,9% menor, de 3,269 mil quilos por hectare contra os 3,370 mil quilos por hectare projetados em dezembro. Já a área plantada com a oleaginosa terá um incremento de 1,7%, segundo a Datagro, passando para 45,4 milhões de hectares na safra 2023/24 contra 44,6 milhões de hectares na safra 2022/23.

Em relação ao milho de verão, a consultoria diz que haverá retração de 235 mil hectares na intenção de plantio, o que representaria uma queda de 10,9% ante a temporada anterior. A área para o milho de verão foi projetada em 4,017 milhões de hectares, com 2,667 milhões de hectares plantados no Centro-Sul e 1,350 milhão de hectares semeados no Norte/Nordeste.

A primeira safra de milho tem potencial de produção de 24,710 milhões de toneladas, sendo 18,910 milhões de toneladas do Centro-Sul e 5,800 milhões de toneladas no Norte e Nordeste. O número é 11,3% inferior à safra colhida em 2023, de 27,864 milhões de toneladas.

Para o milho de inverno 2023/24, a Datagro reafirma “tendência de forte recuo”, o que vem observando desde dezembro. Com os efeitos de El Niño, o potencial de produção da segunda safra foi ajustado para 91,478 milhões de toneladas contra de 91,597 milhões de toneladas da previsão anterior e 15,7% abaixo das 108,595 milhões de toneladas da safra recorde de 2023 (82,402 milhões de toneladas no Centro-Sul e 9,196 milhões de toneladas no Norte/Nordeste).

A área de plantio da segunda safra foi estimada em 17,037 milhões de hectares, 8,5% abaixo dos 18,620 milhões de hectares de 2023, distribuídos em 14,127 milhões de hectares no Centro-Sul e 2,910 milhões de hectares no Norte e Nordeste.

No total entre as duas safras, segundo a Datagro, o Brasil deverá plantar 21,054 milhões de hectares de milho em 2023/24, 9% menos que os 23,126 milhões de hectares de 2023.



Add a comment